Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

500 days of Summer...

 

 

Vamos ser directos: o cinema (nomeadamente o americano) já produziu uma quantidade mais que suficiente de comédias românticas para que hoje em dia, ao encararmos a perspectiva de ver mais um filme dessa categoria, já saibamos desde o primeiro segundo como é que tudo aquilo acontece, como acaba, que passos vão acontecer...

Já sabemos perfeitamente que os amantes em questão se conhecem "por obra do destino que os quer juntar", que algures entre o meio e o fim acontece alguma coisa que os faz separar porque um deles fez (ou o outro pensa que ele fez) uma qualquer parvoíce que na realidade até nem queria fazer... e que no fim, mesmo naqueles últimos minutinhos, lá há um qualquer gesto muito romântico que os volta a juntar e que depois vivem felizes para sempre. E nós, que lá estamos muito emocionados à espera de ver se ela sempre o aceita de volta (ah, que surpresa... aceitou!!!), pensamos: ai que lindo... quem me dera que fosse assim comigo!

 

No entanto, de tempos a tempos aparece um filme que foge a este estereótipo. E por vezes, ainda mais raramente, estas excepções tornam-se em algo verdadeiramente excepcional. É, por exemplo, o caso de Eternal Sunshine of the Spotless Mind, um filme simplesmente brilhante...

 

E é também o caso de 500 days of Summer. Um filme fantástico, que retrata a relação entre duas pessoas com um realismo por vezes atroz, que nos incomoda... porque não é suposto ser assim nos filmes!! De facto, talvez seja tão mais próximo da realidade do que daquilo que "um filme romântico é suposto ser" que nem sequer chegou a estrear nas salas de cinema portuguesas, apesar de ser internacionalmente aclamado como um dos melhores filmes de 2009...

 

Gosto muito da maneira como a história é contada, com saltos temporais constantes (já não é uma novidade, mas a verdade é que não são muitos os realizadores a conseguir usar este "truque" com mestria suficiente para que isso seja de facto positivo para a história que se está a contar). Os protagonistas têm interpretações fantásticas. Zooey Deschanel é muito expressiva e "cínica" o suficiente para o seu papel... Joseph Gordon-Levitt (que muitos reconhecerão da série "3o calhau a contar do sol") é versátil, empático e por vezes magistral na interpretação do desesperadamente apaixonado. Claramente o filme só ganhou em não ter nenhuma das grandes figuras de Hollywood!

 

Tirar filmes da Internet é crime... Mas se os senhores do audiovisual português consideram que um filme destes não é passível de ser mostrado no nosso país, como é que é suposto que tenhamos contacto com obras-primas destas??

Por isso, façam um favor a vocês próprios e façam por ver este filme... depois para "compensar" a malta compra o dvd... se algum dia estiver à venda em Portugal!

 

 

Se nos mostrassem filmes destes desde que éramos pequenos, em vez das comédias românticas do costume, talvez hoje não tivéssemos todos padrões um bocado irrealistas no que às relações e ao amor diz respeito...

Afinal, como eles fazem questão de alertar desde o início do filme: "You should know upfront: this is not a love story!".

 

 

 

sinto-me: Chuvoso!!
música: Sweet Disposition - The Temper Trap
publicado por Nuno às 16:35
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Stop 4 a minute...

Não sei bem como escrever o que tenho para dizer... ficará para outro dia! Acho que também preciso de parar um minuti...

Ler artigo
sinto-me: Heading to a decline...
música: Stop 4 a minute - David Fonseca
publicado por Nuno às 16:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Fundamental...

Simplesmente magnífico! Wave - Tom Jobim Vou te contar Os olhos já não podem ver Coisas que só o coração pode ente...

Ler artigo
sinto-me: Counting stars!
música: Wave - Tom Jobim
publicado por Nuno às 16:32
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

O regresso do Palma...

Hoje está de volta o Jorge Palma, com uma nova canção. Ainda não ouvi muito bem... mas gostei do pouco que ouvi! Tud...

Ler artigo
sinto-me: Distante...
música: Tudo por um beijo - Jorge Palma
publicado por Nuno às 14:26
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

A dream in a restless...

I dreamt of you last night. Something strange would happen… you got frightened… and then you’d hol...

Ler artigo
sinto-me: So tired...
música: Dreams - Brandi Carlile
publicado por Nuno às 18:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Reruns...

Já alguma vez sentiram que a vossa vida anda em círculos? Que já passaram por aquelas mesmas situações, em ocasiões se...

Ler artigo
sinto-me: In a Loop!
música: Owner Of Her Heart - David Fonseca
publicado por Nuno às 16:27
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

A Bioquímica do amor....

Encontrei aqui este texto, bastante interessante e que explica muitas coisas. É grandinho e está em Português do Brasi...

Ler artigo
sinto-me: Bioquímico!
música: The Chemicals between us - Bush
publicado por Nuno às 15:31
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Dreams...

E hoje é dia de... Brandi Carlile! Give up the Ghost, o novo disco, sai hoje (pelo menos na América...). Vale bem a pe...

Ler artigo
sinto-me: sleepy...
música: Dreams - Brandi Carlile
publicado por Nuno às 12:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

The Fixer...

Uma das canções do momento... Actually makes a whole lot of sense! Pearl Jam - The Fixer When somethings dark, let ...

Ler artigo
sinto-me: Putting a high on it!
música: The Fixer - Pearl Jam
publicado por Nuno às 14:26
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Setembro de 2009

Pessoas...

Pessoas que encantam… Pessoas que magoam… Pessoas que complicam… Pessoas que ignoram… Pess...

Ler artigo
sinto-me: Distante...
música: People are strange - The Doors
publicado por Nuno às 21:38
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

Coisas simples...

Por norma, todos nós estamos programados para complicar a nossa vida. Não há como fugir a isto. Tudo o que seja simple...

Ler artigo
sinto-me: Emaranhado em complicações!
música: Simple Things - Silence 4
publicado por Nuno às 14:11
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28

posts recentes

500 days of Summer...

Stop 4 a minute...

Fundamental...

O regresso do Palma...

A dream in a restless nig...

Reruns...

A Bioquímica do amor...

Dreams...

The Fixer...

Pessoas...

Coisas simples...

Antigas memórias de tempo...

Eh Eh Eh Eh, este ano é q...

Histórias de vida...

Ansiedades...

Coisas perfeitas...

Lover, you should've come...

Dificuldades de comunicaç...

Cansaço...

O que eu te queria dizer....

How these days grow long....

Crónica de um dia normal....

Conversas adiadas...

Tempo de focar...

O telemóvel e o amor...

Pensamentos recorrentes.....

Uma pequena história...

Tic tac...

One more daisy...

Esta coisa de gostar de a...

Pushing Daisies...

Quase perfeit(a)...

Haja Folia...!

Arroz-doce...

Um abraço...

O que é um ano...?

O pior cachorro de sempre...

Tristeza inexplicável...

O caderno de climatologia...

Aconteceu...

Dor...

A brand new start...

arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

blogs SAPO

subscrever feeds